Cinco famílias ameaçadas de despejo ilegal no Catujal, Loures

Não, os “vistos “gold”” não acabaram… nem em Lisboa nem no Porto
Janeiro 8, 2021
O Plano de Recuperação e Resiliência apresentado pelo governo é pouco ambicioso
Fevereiro 18, 2021
Mostrar tudo

Onze moradores e os seus filhos estão a ser ameaçados de despejo ilegal por alegado novo senhorio que afirmou que os “quer dali para fora” e que o fará pelas suas próprias mãos. Com ameaças e insultos, o alegado senhorio já entrou numa das casas sem autorização dos inquilinos que tiveram de chamar a polícia.

⛔ RELEMBRAMOS: O ASSÉDIO NO ARRENDAMENTO É CRIME! [Lei n.º 12/2019]

Este senhorio, que aumentou a renda para o dobro quanto tomou posse desta propriedade na Rua da Sociedade Recreativa Catujalense, é proprietário de várias outras casas de onde retira rendimento. Os moradores, que desejam continuar a viver nas suas casas e a pagar uma renda aceitável, propuseram negociar o valor da renda. Mas sem resultados.

Entretanto, os moradores nunca viram o título de propriedade do alegado novo senhorio e no Registo Predial ainda constam como proprietárias as anteriores senhorias. As casas não aparecem nos registos da Câmara Municipal de Loures, não têm número de porta, não têm certificado energético nem de habitabilidade.

Amanhã as moradoras vão estar na reunião pública na Câmara de Loures a expor a sua situação e a pedir a intervenção do Município de Loures, pedindo que responsabilize o alegado proprietário pelas várias ilegalidades, e que garanta que nenhuma destas famílias fica na rua!

Sabemos como milhares de pessoas têm sofrido com a perda de rendimentos devido à pandemia e estão com dificuldade em pagar a renda, a endividar-se, ou a viver em condições inaceitáveis. É impossível continuarmos a pagar rendas exorbitantes que não são de todo compatíveis com os nossos salários. A forma como o sistema e a lei estão organizados fazem com que seja aceitável que trabalhadores tenham reduções nos salários, mas os senhorios que vivem de terem propriedade e de rendas, não podem perder nem um cêntimo.

Isto não pode continuar! Ser senhorio não pode significar estar acima de outros e fazer o que bem lhe apetece: desde duplicar rendas, a ameaçar de violência ou despejar ilegalmente!

✊ Em solidariedade com as/os moradoras/es do Catujal!
#StopDespejos